logo da Quercus
Conferência de Bali - 2007
Conferência de Nairobi - 2006
Videos Clima no Sapo
Últimas notícias

.arquivo

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008

O conselheiro ambiental

Obama encontra-se com Al Gore para dizer que o clima é uma “questão urgente”.

O presidente eleito dos EUA, Barack Obama, disse esta terça-feira que combater as alterações climáticas é uma "questão de urgência", e que isso irá gerar empregos. Obama e o seu vice, Joe Biden, reuniram-se durante duas horas em Chicago com o antigo vice-presidente Al Gore, que, no ano passado, recebeu o Nobel da Paz pelo seu activismo nesta área.

 
Numa conversa com os jornalistas, no final da reunião, Obama deixou claro que seu governo, a partir de 20 de janeiro, adoptará uma postura agressiva contra o aquecimento global. "Nós três (Obama, Biden e Gore) estamos de acordo que é hora de acabar com esta demora, hora de acabar com esta negação."

O futuro presidente espera que os empregos gerados no combate às alterações climáticas ajudem os EUA a superar a actual recessão. Obama já apresentou planos para um enorme programa de recuperação voltado para estimular a economia e criar cerca de 2,5 milhões de postos de trabalho.

Obama disse que trabalhará com partidos, empresas, consumidores e outros interessados na “procura de um consenso em torno de uma abordagem incisiva contra o problema” das emissões de gases de efeito de estufa.

"Trata-se de uma questão de urgência e de segurança nacional, e tem de ser tratado de forma séria. É isso que eu pretendo que meu governo faça", disse o presidente eleito.

Durante a reunião, não se falou em nenhum cargo para Gore no futuro governo, já que ele próprio declinou da possibilidade de assumir uma secretaria ou mesmo de um novo cargo de “super-ministro” do clima.

Dois dias depois da vitória de Obama na eleição de 4 de novembro, a Aliança para a Protecção Climática, de Gore, lançou uma campanha publicitária pedindo investimentos imediatos em eficiência energética, energias renováveis, como a eólica e a solar, e a criação de uma rede eléctrica nacional unificada.

Gore e seu grupo têm posições semelhantes às de outras ONGs ambientais dos EUA, que acreditam que o governo Obama, ao contrário da administração de George W. Bush, vai ter oportunidade de conter o aquecimento global.
publicado por editor às 11:45
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2008

Da festa de sábado ao balanço de domingo...

 
Ana Rita Antunes (Quercus em Poznan)
 
Ontem, domingo de manhã, descansou-se… As instalações onde se realiza a Conferência estavam mesmo fechadas. Impunha-se uma pausa depois da já tradicional festa das organizações não governamentais de ambiente no sábado à noite. Não se pense que é uma festa de ambientalistas… no TUBA Club em Poznan, foram centenas os participantes de delegações de todos os países e até de um anterior secretário executivo da Convenção confraternizarem, numa oportunidade diferente para nas mesas dos bares ou nas áreas de dança se falar sobre alterações climáticas (ou provavelmente também de outros assuntos) num bom clima, apesar de um pouco ruidoso.
 
Ontem, já com todos recuperados, houve durante toda a tarde a reunião habitual das associações de ambiente efectuando um balanço da primeira semana de negociações (na foto) e acima de tudo perspectivando os dias cruciais que se avizinham já com os ministros do ambiente presentes. São dezenas as ONGAs aqui presentes! Os activistas esses, são mesmo centenas (com uma predominância óbvia de europeus que de comboio aqui chegam rapidamente – excepção aos portugueses, nessa longínqua terra a Oeste).
O balanço do que até agora se passou (ou melhor, não passou), não é positivo. Mas temos a semana decisiva de negociações pela frente!
tags: ,
publicado por editor às 18:11
link do post | comentar | favorito
|

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.ligações externas

.subscrever feeds

blogs SAPO