logo da Quercus
Conferência de Bali - 2007
Conferência de Nairobi - 2006
Videos Clima no Sapo
Últimas notícias

.arquivo

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

Domingo, 7 de Dezembro de 2008

O impasse continua

Enquanto em poznan se avançam com novos estudo e relatórios, noutra cidade da polónia, em Gdansk, o presidente em exercicio da união europeia tentou avançar com o pacote de energia e clima da Europa.

 

Nicolas Sarkozy esteve reunido, com 9 estados membros, todos novos parceiros europeus e todos da Europa de leste e todos recusam o pacote de energia e clima que propôem uma redução de 20% das emissões de gases de efeito de estufa em 2020, em relação aos valores de 1990.

 

Mas o que divide os estados membros e deve marcar a próximo conselho europeu tem a ver com as quotas de créditos de carbono. A Alemanha quer que 10% destas quotas estejam ligadas ao produto interno bruto de cada estado, mas a Polónia quer 20%.

 

Agora Sarkoy tem que conciliar posições até quinta-feira. Para já vai falar com a chanceler alemã e depois com o primeiro-ministro inglês.

publicado por editor às 01:36
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 2 de Dezembro de 2008

Anúncio de Poznan

Aproveitando a conferência na Polónia o governo de Varsóvia encomendou uma campanha publicitária para alertar para as emissões de gases de efeito de estufa.

 
O Anuncio diz:
 
“11 toneladas de gases de efeito de estufa que produzimos por ano. 11 milhões de toneladas de lixo que os polacos produzem por ano.
Com uma condução económica e separando o lixo você salva e protege o ambiente.

Mude os hábitos para melhor. Mude o clima para melhor”

publicado por editor às 12:39
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2008

E o primeiro (e único) fóssil vai para… a Polónia

O Prémio “Fóssil do Dia” é atribuído diariamente por votação das associações de ambiente aos países que em termos negociais têm pior comportamento.

 


A votação tem lugar na reunião diária entre as 14.00h e as 15.00h que reúne as muitas dezenas de organizações não governamentais de ambiente presentes, sendo o anúncio efectuado ao final da tarde. Portugal até agora nunca recebeu um fóssil (só englobado na União Europeia).


Trata-se de uma forma de pressão pública que tem efeitos muito claros, dado que há geralmente uma reacção efectiva e também pública de alguns dos países seleccionados.


As associações de ambiente, apesar de agradecerem o facto de a Polónia receber com grande hospitalidade a conferência das Nações Unidas, atribuíram pela primeira vez no primeiro dia esta “distinção” ao país onde se realiza a reunião.


Enquanto no seu discurso o Primeiro-Ministro Tusk apelava à solidariedade mundial em torno das alterações climáticas, nas últimas semanas a Polónia tem criado inúmeros obstáculos ao pacote energia-clima em decisão na União Europeia e que é decisivo para um acordo em Copenhaga no próximo ano. A Polónia defende a atribuição gratuita (ao invés do leilão) de licenças de emissão para as centrais térmicas de produção de electricidade usando carvão e recusa-se a alinhar na meta proposta pela Comissão Europeia de 30% de redução de emissões de gases com efeito de estufa em caso de acordo global.

publicado por editor às 18:14
link do post | comentar | favorito
|

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.ligações externas

.subscrever feeds

blogs SAPO